A Rússia está a desaparecer do radar das empresas portuguesas: “Esta interrupção poderá ser duradoura”


A Rússia já era um ponto minúsculo no mapa das exportações portuguesas antes de invadir a Ucrânia. Agora, está prestes a cair do radar das empresas portuguesas. Entre transportes que não há, encomendas canceladas e a opção deliberada por um boicote, as vendas à Rússia praticamente desapareceram numa semana. Da cortiça aos vinhos, das pedras ornamentais à cosmética, o lote das 250 maiores exportadoras para a Rússia representa indústrias muito variadas. Mas as decisões que têm vindo a ser tomadas vão no mesmo sentido, seja por precaução, por obrigação ou por opção, alinhando-se com o panorama internacional, em que há cada vez mais empresas a desligar-se da Rússia.

We wish to thank the author of this write-up for this incredible web content

A Rússia está a desaparecer do radar das empresas portuguesas: “Esta interrupção poderá ser duradoura”

Debatepost